Brincando de “Padaria”

cofee shop 1

Pesquisando no pinterest algumas sugestões de brincadeiras de faz-de-conta, encontrei uma das sugestões que mais me chamou a atenção: O “Coffee Shop”.  Sei que nos EUA e na Europa é muito comum os coffee shops, porém aqui no Brasil as padarias estão se adaptando e colocando mesinhas e cadeiras para os clientes degustarem ali mesmo os quitutes que enchem nossos olhos. Então porque não reproduzir uma brincadeira de faz-de-conta, que ao mesmo tempo diverte e ensina sequência, cores, contagem, adição, subtração e muito mais.

Esta foto acima é uma sugestão de como montar uma pequena padaria utilizando-se de papelão. Nesta padaria tem máquina de café, vitrine para doces e pães, xícaras de café, uma pequena cafeteira e outros detalhes que fazem toda a diferença. Tudo foi feito com papelão, feltro ou papelão com papel machê, o que mostra ser um tipo de trabalho acessível, porém não tão simples de fazer; mas realmente cho que vale muito a pena investir, seja para um cantinho de faz-de-conta quanto para um quarto de brincar em casa.

coffee shop 8coffee shop 3

coffee shop 6

cofee shop 10cofee shop 9cofee shop 7

cofee shop 2cofee shop 5

Caso vocês queiram ver mais fotos ou mais detalhes, acesse o site original: http://45walldesign.blogspot.com.br/2011/11/millz-coffee.html

Também existe a necessidade de se criar um cardápio. Uma sugestão é deste blog abaixo, que deixarei para vocêsmenu coffee shop. Neste cardápio vocês encontram opções como tamanho dos copos, tipo de café, se é quente ou frio, chás diversos e docinhos diversos. Neste mesmo site vocês encontram este cardápio para download.

http://learncreatelove.com/printable-pretend-play-coffee-shop/ — blog

https://drive.google.com/file/d/0B5aoVxlVvTyyc2lnWi1pZHRFcWs/view?pli=1  – link para download

Também pode-se aproveitar o faz-de-conta para se trabalhar a profissão do padeiro , e de quebra ensinar conceitos e assuntos muito importantes. Pode-se “fazer cookies” para vender na padaria, onde os cookies são montados de acordo com uma sequência de fotos ou sequência lógica.

cookies 6cookies 4

cookies 5

cookies 1

http://playinghouseinmaryland.blogspot.ca/2012/05/making-pretend-cookies.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/rjfPcM+%28Playing+House%29

cookies 11 cookies 12 cookies 14

http://www.ikatbag.com/2010/10/when-i-dont-feel-like-baking.html

Claro que não se pode esquecer de um chapéu de cozinheiro para complementar o look, além de outras duas coisas que considero importantíssimo: o dinheiro e uma caixa registradora. Deixo mais sugestões para vocês se deliciarem!

Chapéu : Feito em cartolina branca. Corta-se uma faixa na cartolina, de mais ou menos 4 dedos de altura. com o restante da cartolina, dobre-a horizontalmente ao meio e vinque levemente. Corte da parte vincada até as beiradas, mas deixe cinco dedos cercade 6 dedos sem cortar antes de chegar a beirada. é só colar na faixa inicial e vc terá um chapéu.

chapéu de cozinheirohttp://education.scholastic.co.uk/content/4859

Caixa registradora: Feita em papelão. No blog abaixo tem as instruções de como fazê-la.caixa registradorahttp://www.handmadecharlotte.com/diy-cardboard-cash-register/

Dinheiro: Pode ser de papel, em tecido ou feltro.Deixo aqui modelos apenas para que vocês possam se inspirar.

dinheiro 2 dinheiro 1

http://www.nosolobebes.com/diy-para-jugar-hoy-vamos-al-mercado/

http://www.my-precious-cargo.blogspot.ca/

Um grande abraço a todos!

Receita de “picolé” de melancia

FROZEN_WATERMELON-600px Sempre quis achar alguma forma de comer a fruta em natura, mas que ela ficasse mais apetitosa ao paladar. Pois encontrei uma sugestão muito interessante, que faz com que os pedaços de frutas pareçam uma verdadeira sobremesa tanto aos olhos dos pequenos quanto dos grandinhos.

Simplesmente congele o pedaço de fruta; a sugestão que encontrei foi a de congelar pedaços de melancia, porém é possível congelar as uvas ( meus pais disseram que parece bombom). Para a melancia, faça da seguinte forma: FROZEN_WATERMELON-600px Picolé de melancia :

Corte a melancia em forma de triângulo e insira um palito de sorvete. Coloque em uma bandeja e ponha a bandeja no congelador por cerca de 3 horas. Depois é só tirar do congelador e comer !

Fonte :http://community.thehotplate.com/portfolio/frozen-watermelon-popsicles/

Como fazer uma gaita com palitos de sorvete

instrumento musical - gaita

Bem pessoal, estou mesmo com bastante vontade de fazer um projeto de música. Porém infelizmente minha escola não possui um arsenal grande de instrumentos musicais, o que me levou a querer fazê-los com materiais alternativos, baratinhos ou reciclados. E olha só o que encontrei : Uma gaita!. Ela é feita de palitos de sorvete, elásticos de dinheiro e papel tipo dobradura.

instrumento musical- gaitaSegundo a fonte http://www.messforless.net/2012/02/making-music-homemade-harmonica.html  a gaita é super simples, é só seguir os passos a seguir:

1- Recorte no papel dobradura retângulos de 1 polegada de largura (2,54 cm, mas não precisa tamanha precisão não ok?) por 4 ou 5 cm de comprimento. instrumento musical- gaita 22- Dobre os papéis sobre os palitos de sorvete, porém deixe que sobre palito nas duas laterais ( não cubra as bordas com o papel)instrumento muscial- gaita 33- Passe o elástico de dinheiro no sentido do comprimento do palito de sorvete, para segurar as folhas dobradas no lugar.instrumento musical- gaita 44- Agora, coloque o segundo palito embaixo do primeiro. Utilize o segundo e o terceiro elásticos e enrole nas laterais do palito, afim de segurar os dois palitos juntos.instrumento musical - gaita5- Agora é só tocar ! Mas apenas um aviso: Ensinar as crianças a soprarem no meio da gaita, onde está o palito de madeira e não sobre o papel.No início as crianças poderão morder o palito, o que dificultará o ar passar e produzir o som, mas com a prática a gaita vai tocar !

instrumento musical- gaita 7

Um grande abraço a todos !

A criança e o abuso (ou violência) sexual

O que é violência sexual?

Fifi

Eu conheci recentemente uma campanha muito interessante através do facebook, chamada de “Uma em Cinco”. Quando fui saber mais a respeito, fiquei realmente interessada em passar este conhecimento para vocês.

Para início de conversa, sei que é um tema muito delicado e extremamente difícil de ser trabalhado, mas realmente acredito que com este material tudo ficará mais fácil. Segundo a campanha, uma em cada 5 crianças é vítima de abuso ou violência sexual; e por conta disso, a ênfase da campanha é de fornecer informações para crianças ( inclusive as pequenas) de onde elas podem ou não podem ser tocadas pelos adultos.

A campanha disponibiliza uma história de dois monstrinhos irmãos (Pipo e Fifi) que,no decorrer da história, vai mostrando onde é aceitável e onde não é aceitável que elas recebam carinhos, além de incentivar a criança a conversar sobre o ocorrido com alguém em quem ela confie.

No site http://www.pipoefifi.org.br vocês encontrarão todas as informações referentes a este tema, além de download gratuito da história (uma graça de história, super bem contada e dinâmica), além de downloads de bonecos para montar e outros. Vale mesmo a pena conhecer e divulgar para todos que trabalham ou que tenham crianças em casa.

Um grande abraço a todos !

Pérolas infantis

Sempre tive vontade de colocar aqui algumas pérolas que sempre acabamos por ouvir das crianças. Infelizmente por não ter como anotar quando a criança fala sabiamente, acabo por esquecer. Porém uma pérola que jamais esquecerei aconteceu a cerca de 5 anos atrás.

Em um momento de faz de conta, onde uma linda aluna minha brincava de boneca, percebi que ela chacoalhava sua “filha” impacientemente no colo; curiosa acabei por perguntar : – O que foi que aconteceu que você está assim nervosa? – Ah tia, é que meu namorado saiu pra comprar cerveja e ainda não chegou. – Ah tá, mas porque você precisa dele com tanta pressa? – Ah é que eu preciso ir pegar minha bolsa família…

Bem, nem preciso dizer que ri tanto que cheguei a chorar! Por isso quero deixar aqui algumas pérolas infantis que colhi pela net. Espero que gostem !

——————————————————————————————-

Uma noite dessas, eu estava no carro, voltando para casa, quando minha filha decide abrir o vidro.
 – Laninha, não abra o vidro que pode vir algum trombadinha.

– Mamãe, trombadinha é elefante, né?

(Alana, 4 anos)

—————————————————————————————–

– Mãe, hoje você vai ao médico?
– Vou ao cardiologista. É um médico que cuida do coração, filho.
– Hum… Mãe, eu não quero que você morra.
– Por quê?
– Quem é que vai desenhar os carros para eu pintar?
– Só por isso você precisa de mim, Pedro?
– Claro que não, mãe. São várias coisas também, mas fazer os desenhos é o principal motivo.

(Pedro, 5 anos)

—————————————————————————————–

– No estacionamento do shopping:
-Henrique, é difícil manobrar esse carro. Você deveria instalar um sensor de ré.

Ao que a Nina interveio:

– Mas já tem, mamãe.
– Não, filha. Só tem no carro da mamãe. Nesse aqui não tem.
– Tem, sim. Você, que fica falando: “já deu, deu, deeeu, deeeeeeeeu”.
(Nina, 7 anos)
————————————————————————
Ao buscar meu irmão na escola, a professora disse que tinha deixado um bilhete no caderno dele para mostrar para a minha mãe.
Chegando em casa vi que o bilhete estava todo pintado de preto e questionei:
– Arthur, por que você pintou o bilhete? Nem consigo ler.
– Jessica, minha mãe disse que não queria mais ver bilhete nenhum no meu caderno.
(Arthur, 5 anos)

————————————————–

Fui à feira com minha filha e perguntei ao feirante:

– Moço, quanto custa a caixa de fruta do conde?
– Quinze reais.
Minha filha olhou pra ele e perguntou:
– E sem a caixa?
(Laura, 6 anos )
 —————————————————————
Clara estava assistindo TV e viu um depoimento de uma mãe logo após o parto, que dizia: “Não sabia que seria tão fácil”.
Clara retruca:
– Você não viu nada, minha filha. Deixa crescer para ver o trabalhão que dá.
(Clara, 5 anos)
————————————————————————————————-
– Hoje eu vendi duas pulseiras. A maior eu cobrei R$ 0,50 e a menor R$ 1,00.
– Lara, você precisa cobrar mais na maior do que na menor.
– Eu fiz isso! Cobrei 50 que é muito mais do que 1.

(João Henrique, 7 anos)

_———————————————————————

O meu primo André tinha um cachorro que morreu. Seu vizinho, Lucas, apesar de gostar e brincar muito com o cachorro, acompanhou o enterro do animal sem demonstrar tristeza alguma. Tempos depois, o Lucas chegou todo empolgado:
– Olha, André, agora eu também tenho um cachorro.
– Nossa, que legal! Mas, eu não tenho mais cachorro, o meu morreu, lembra?
E o Lucas questionou:
– Mas você plantou ele naquele dia e até hoje ele não nasceu!?
(Lucas, 4 anos)
——————————————————————-
– Filho, o que teve na escola hoje?
– Aula de ciências, mãe. A gente aprendeu sobre as partes íntimas do homem e da mulher.
– E aí?
– Minha infância acabou!
(Lucas, 11 anos)

————————————————————————–

Alice é muito parecida com o pai. Achamos uma foto dele criança e ela olhou para foto e ficou apavorada:

– Mãe, eu já fui menino!
Eu disse:
-Não, esse é o papai quando era criança.
Ela pôs a mão na boca:
– Meu Deus, ele já foi menina!
(Alice 4 anos)
———————————————————
Elisa não queria comer cenoura, então a Fefê disse:
– Elisa, sabia que a carrot faz você pretty?
E a Elisa respondeu:
– Ela não é magic!
(Fefê, 9 anos e Elisa, 4 – brasileirinhas sendo alfabetizadas nos EUA)

—————————————————————

Estava falando sobre meu dia com minha esposa e num certo momento disse:
– O cara é f*#@!
Passado alguns momentos minha filha que estava por perto veio até nós, jogou um brinquedo no chão e disse:
– É f*#@, pai!
Minha esposa para contornar a situação perguntou:
– É fralda, filha?
– É, f*#@ pampers!
(Pietra, 3 anos)
——————————————————————————————————-

– Mãe, lobo existe mas ‘”zomem” não, né?

(Clara, 5 anos)

————————————————————————-
– Filho, na sua escola servem tomate cereja?
– Não, lá só tem tomate adulto.
(Lucas, 5 anos)

———————————————————–

 Lis entrou no banheiro para escovar os dentes justo na hora em que o irmão mais velho estava tomando banho e saiu dizendo:
– Vi Kael pelado, mas não vi suas partes rítmicas.
(Lis, 7 anos)
————————————————————
———————————————————————————

– Eu sei o que é preconceito. É quando um moço bota uma água suja no coração dos meninos.

(Davi, 3 anos)

——————————————————————————————-
Isabelli começou a gaguejar e a psicóloga da escolinha nos disse que ela só gaguejava quando ficava nervosa e ansiosa para falar. Orientou que quando gaguejasse deveríamos pedir que se acalmasse e começasse a falar de novo.
No outro dia ela gaguejou, e eu disse:
– Belli, calma. Fale devagar.
– Mas eu não tô cacarejando.
(Isabelli, 4 anos)
———————————————————————————————–
– Mãe, eu quero ter um irmãozinho do meu tamanho.
– Mas ele vai nascer pequenininho, vai fazer cocô, xixi na fralda.  E a escola a mamãe não vai conseguir pagar para os dois. Vocês terão que estudar em outra escola, que a mamãe não precisa pagar.
– Não, mãe! Eu fico na minha escola, que você consegue pagar e você coloca ele na outra, que não precisa pagar. Assim dá.
– Não filho, quando a gente tem dois filhos, tem fazer tudo igual para os dois. Se a mamãe não tiver dinheiro para comprar dois brinquedos, não compra nenhum. E os seus brinquedos você também teria que dividir com seu irmãozinho, para os dois brincarem juntos.
Ele parou, pensou e disse:
– É… eu acho melhor primo mesmo.
(Léo, 5 anos)
——————————————————————————
A Vitória estava discutindo com a mãe porque queria brincar por mais tempo. A mãe se exaltou e disse:
– Vitória, não! Você sabe por que eu brigo com você, filha?
A menina calmamente respondeu:
– Sei, mãe. Porque você é… como fala? Problemática.
(Vitória, 5 anos)
—————————————————————-
Estávamos vendo fotos antigas da família:
– Mãe, quem era aquela garota abraçada com o meu pai?!
– Eu, Juan.
– Não, mãe, eu estou falando da magra!
(Juan, 6 anos)
—————————————————————————–
– Mãe, por que você corre na esteira todo dia?
– Pra ficar mais bonita, filho.
– Mãe, não está dando certo. Você sai daí toda vermelha e suada. Você é muito mais bonita antes de subir na esteira.(Arthur, 5 anos)
——————————————————————————
No dia das crianças, Bia ganhou um telescópio de brinquedo.
Esperamos anoitecer e fomos para o quintal ver as estrelas e a lua. Ajustei tudo, e a vista era mínima. Ela olhou e disse com uma voz meio decepcionada:
– Mãe, nem dá para ver as galáxias!
– Claro né, filha?! É um telescópio de brinquedo. Para ver as galáxias tinha que ser um igual ao da NASA.
Ela pensa por uns segundos e diz com toda naturalidade:
– E tem como comprar um desses parcelado?
(Bia, 9 anos)
———————————————————————————————-
A tia explica para o Bruno a idade que ele precisa dizer que tem para não pagar a tarifa do ônibus:
– Se alguém perguntar, você tem cinco anos, ok?
Eis que o cobrador pergunta:
– Quantos anos você tem?
– Cinco.
– E quando você faz seis?
– Quando eu descer do ônibus.
(Bruno, 6 anos)
———————————————————————–
– Papai, eu não vou mais usar chupeta e nem tomar leite na mamadeira. Eu já não sou mais bebê.
– Luísa, meus parabéns! Isso é muito legal. Você decidiu isso agora?
– Sim! Tá na hora de eu mudar de vida.
(Luísa, 3 anos)
———————————————————————-
Na saída da escolinha:
– Amanda, porque você bateu no amiguinho?
– Porque ele me provocou.
– E o que foi que ele disse que te provocou?
– “Não doeu”.
(Amanda, 4 anos)
————————————————————————-
Estávamos conversando sobre os desfalques do Palmeiras, quando o Matheus disse:
– Tia, tudo mercenário! Primeiro, foi o Chico Xavier e agora o Alan Kardec.
– Calma, Matheus. Você está misturando religião com futebol. Alan Kardec está certo, mas o outro foi o Cleiton Xavier.(Matheus)
————————————————————————-
– Como foi a festinha, Guga?
– Ah mãe, foi boa. Mas coitado do Pedro.
– Por quê?
– Porque ele tem aquela doença que não pode comer doce… a “diabólica”.
(Gustavo, 4 anos)
——————————————————————————–
Visitando a casa de amigos da família, Lúcio pediu para ir ao banheiro. A mãe o acompanhou e esperou. Depois de alguns segundos sentado no vaso sanitário e nada acontecido, ele falou:
– Sabe mãe, a vida prega peças na vida da gente. Eu pensei que fosse cocô, mas era só pum.
(Lúcio, 6 anos)
——————————————————–
João brincando de lanchonete:
– Mãe, o que você vai querer?
– Um cachorro-quente, por favor.
– E você, pai?
– Um x-tudo.
– Tudo não, tem que deixar para os outros também.
(João, 4 anos)
—————————————————————————————
Lauren termina de jantar e imediatamente me pede um biscoito.
– Lauren, dê um tempo para o seu cérebro assimilar a comida. Em 5 minutos te dou um biscoito.
– Ahhh, eu odeio meu cérebro!
(Lauren, 5 anos)
Para ver mais, acesse:  http://www.frasesdecriancas.com/

Atividades com o nome- Parte 1

O próprio nome é um dos primeiros contatos da linguagem escrita que a criança tem que faz parte de sua realidade. Qualquer idade, incluindo o Maternal, deve realizar atividades que envolvam o próprio nome. Encontrei algumas atividades bem criativas, dinâmicas e interessantes para se ” trabalhar” o próprio nome:

1-  Varal de nomesnome- varal de roupas

2- Nome escondido –  O nome escrito com giz de cera branco.nome- giz de cera barnco embaixo da aquarela

3- Nome feito com bolinhas – carimbos ou etiquetas de círculosnome- dots

4- Caixa com tampinhas de garrafa de água com letras do nome (pode-se usar tampinhas de garrafa, apenas cola-se um círculo de EVA claro na tampa) – caixas individuais, com as letras do nome de cada criançanome-tampinhas de água

5- Escrita do nome de crianças com o mesmo número de letras no nomenome- atividade da escrita dos nomes com 5 letras

6- Nome escrito com cola e gelatinanome- cola e gelatina

7- Caçadores de letras – letras escondidas em uma caixa com arroz coloridonome- caçadores de letras

8- Nome texturizador – feito com cola e depois com giz de cera sobre o papel  com o nomenome- nome texturizador com cola

9- Nome arco-íris- a criança desenha as letras do nome com canetinhas de cores diferentes, e se quiser, marcar o início do desenho de cada letra com uma bolinha.nome- nome arco-iris

10- Letras soltas e colagem das letras para formar o nomenome- letras recortadass para colagem do nome

11- Letras que tem em meu nome e letras que não tem em meu nomenomes- letras que tem no meu nome e que não temfonte da  atividade 1ª a 11ª: http://www.pre-kpages.com/teaching-names-in-preschool/

12- Letra com mosaiconome - mosaico da letra do nome

13- Sacolinhas com o nome e letra de cada aluno- a criança deve colocar dentro objetos, figuras, letras de revistas e outras coisas que comecem com a mesma letra que o seu nomenome- sacola de coisas que começam com a primeira letra do nome da cça

14- Escrita do nome usando etiquetas e legonome- montando o nome com legos

15- Colocando as letras no varal para formar o nomenome- colocando as letras no varal para formar o nomeAs atividades de 12 a 15 estão no link abaixo: http://www.playdoughtoplato.com

Em breve postarei mais atividades com os nomes ! Um grande abraço a todos !

Tinta para usar no banho

SONY DSC

Toda criança adora pintar, mas muitas não gostam muito de banho. Porém descobri uma maneira muito divertida de levá-las para o banho: Tinta para usar dentro do banheiro ! São apenas 2 ingredientes, sendo espuma para barbear e corante para alimentos. As crianças também podem participar do processo, porém é necessário a presença de um adulto, para evitar que a criança menor coloque na boca. Também não se deve esquecer da esteira ou tapete anti derrapante, para evitar quedas durante o divertimento.

SONY DSC

fonte: http://laughingkidslearn.com/2014/03/bath-paints-using-2-ingredients.html/

Um grande abraço a todos !